Restaurantes: Review Outback/Ribeirão Preto-SP

Apesar de ter um blog sobre comida, eu não cozinho todo dia, é fato!

Cozinhar para mim é um hobby, uma das coisas que mais me dá prazer na vida, não tenho preguiça pra coisa, coloco a mão na massa com muito gosto.

Mas tem dia que você simplesmente não está afim, ás vezes não é nem de cozinhar, você não está afim de fazer sujeira, lavar louça (Electrolux me patrocina e manda uma lava-louça pra mim!), ou você apenas está em um daqueles dias que de tão cansada só quer tomar um banho e ficar na frente da TV relaxando. Quem nunca? Se eu cozinho estressada ou de mal humor a comida não sai boa, queima, fica salgada, tem dia que nem o milho de pipoca estoura. Acho que a gente passa muito sentimento pra comida então tem dia que é realmente melhor ficar quietinha no sofá.

Eu adoro comer fora, experimentar restaurantes diferentes, provar coisas variadas nos cardápios, descobrir porque o prato X ou Y do restaurante tal é tão comentado, comer fora é inspiração para quem gosta de cozinhar, se ficar muito bom você acaba tentando copiar em casa, ou acaba se lembrando de alguma receita no fundo da gaveta.

Um dos maiores motivos para que as pessoas visitem sites de culinária é em busca de inspiração, simplesmente é muito difícil ter sempre um cardápio na cabeça, e arroz, feijão, bife e batata frita é uma delícia mas se você comer todos os dias enjoa. Então sair do comum é o que todos querem, e uma ajudinha para se inspirar é sempre bem vinda.

choppEsse fim de semana para me inspirar fui no Outback. Fazia muito tempo que eu não ia, porque as filas do Outback de Ribeirão Preto são extremamente desagradáveis, coisa de 2h de espera.

Pois bem, fomos cedo pra não correr o risco do almoço virar janta.

Chegamos lá e não tinha fila ainda e já era mais de meio dia, inacreditável.

De bebidas tomamos o chopp que estava com a caneca trincando de gelada, e o ice tea provei tanto o tradicional quanto o de limão, ambos estavam ótimos, não estavam aguados, gostei mais do de limão.

O couvert de entrada foi o tradicional pãozinho preto australiano, que pela minha memória era o dobro do tamanho na última vez que fui lá, e nos outros Outbacks que já fui nos estados unidos também.

bloominonion

A pedida foi a tradicional cebola, que pedi porque não me lembrava muito bem se eu gostava ou não, e da próxima não vou pedir, não é que eu não goste, mas além dela ser mais ardida do que eu aguento, não curto aquele gosto de cebola na boca o dia todo, mesmo depois de escovar os dentes e enxaguante bucal. Não achei mesmo que a cebola estava gostosa, estava com gosto de cebola crua, e não estava bem cortada, ela veio meio despedaçada e você não conseguia ir tirando as partes para comer, você puxava um pedacinho vinha metade do prato de cebola junto. Para equilibrar a ardência que estava demais pra mim pedi um pouco de molho honey mustard, que do Outback não tem igual, e eu sei fazer e como litros se deixar.

Também pedimos um Strip Steak e uma Ribs on the Barbie a tradicional costelinha barbecue.strip

O Strip Steak, estava no ponto perfeito, e as golden potatos que acompanharam também muito bem cozidas e temperadas. Prato aprovado, e um jeito diferente e muito digno de comer quase meio quilo de carne. Carne visivelmente de boa qualidade.

A costelinha Ribs on the Barbie tem todo o mérito de estar entre os favoritos, posto mais do que merecido, muito bem temperada, ardidinha no ponto, carne desgrudando do osso super macia. A única coisa que não estava muito do meu agrado foi o molho barbecue que estava com um gosto fortíssimo de ketchup, fugindo do que o meu paladar conhece como molho barbecue, sabe aquele gostinho defumado? Então, mas tudo bem fica o incentivo extra para eu voltar e provar a costelinha no molho billabong.

RibsoutbackA cinnamon apple estava com uma dose extra de canela para o meu gosto, mas eu adoro são muito boas. Mataram a minha vontade de comer doce, o que ajuda na culpa depois de uma refeição tão calórica.

O atendimento foi meia boca, já tive melhores, inclusive no próprio Outback, fiquei super tentada a não pagar os 10% opcionais para a garçonete, lá não é um restaurante baratinho então o atendimento não estava a altura.

Tem outros pratos do cardápio que eu gostaria de provar, então com certeza eu voltaria.

Se me inspirou? Com certeza! Em breve receita da costelinha pra vocês!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s